Você não tem que ser uma super mulher

Há tempos estou para compartilhar isso com vocês.. O quanto você tem se cobrado? O quanto você tem “pensado” que falhou?
Sei do meu público masculino (♥), mas hoje esse texto é para as amigas! Vem cá, vamos bater um papinho…

Como disse no começo do post, estou há tempos querendo falar disso com vocês.
Nós mulheres, nessa busca de empoderamento (que eu amo, diga-se de passagem ♥), onde vemos cada vez mais mulheres comandando empresas, criando cinco filhos, fazendo supermercado, aplicando na bolsa de valores, etc… Sinto que cada vez mais estamos nos perdendo. É difícil falar no plural, então vamos começar falando apenas de mim!

Esses dias fui inserir mais uma conta ao meu instagram e não posso, pois já tenho cinco contas conectadas. Isso me assustou muito! Como assim, cinco contas? Pois é. São tantos projetos e afazeres, que tem me faltado espaço para colocar mais um! Mas… Sério… Eu preciso mesmo ter que gerenciar seis contas de instagram?

Vejo milhões de blogueiras maravilhosas com suas vidas perfeitas, mas eu realmente preciso passar meu dia buscando ter uma vida assim?

Outra coisa, eu realmente preciso abraçar o mundo e querer fazer tudo ao mesmo tempo? Preciso dar conta de tudo sozinha?
Muitas coisas e pessoas tem nos influenciado a sermos cada vez maiores (e de novo, eu acho isso o máximo!), mas a questão é: o quanto você tem se cobrado, para que isso aconteça?

Por muitas vezes me pego pensando que não tenho isso e aquilo ou que não dou conta de fazer isso aquela outra coisa… Eu querer ser maior não é problema algum, o problema é quando eu me sinto mal por não conseguir.

Eu li uma vez (me desculpe, mas não lembro quem publicou…) sobre metas e afazeres. A pessoa dizia basicamente assim: “Jamais estabeleça tarefas no seu dia que você sabe que não poderá cumprir. Ao invés de ter a sensação de dever cumprido, terá a sensação de derrota!“. QUE VERDADE NUA E CRUA!

Não dá pra estabelecer uma tarefa ou meta pra minha vida, onde sei que não vou dar conta.
Mas Iandara, você está me dizendo para nunca nos cobrarmos a sermos melhores?NÃO!
Estou dizendo para sempre ser uma pessoa melhor, mas de verdade!
Vamos ao seguinte exemplo: Você trabalha em horário comercial, chega em casa às 18h00 e tem os seguintes afazeres pela frente:

• Dar banho no cachorro
• Lavar roupa
• Preparar o jantar
• Lavar e secar o cabelo
• Estudar com os filhos
• Ter oito horas de sono.

Agora fala aqui pra mim: qual a probabilidade de você cumprir tudo isso? Precisamos ser mais racionais! Ao invés de todos aqueles afazeres, apenas faça o jantar e fique com seus filhos. Imagina só, estabelecer e realizar isso e ainda ver que tem meia horinha para assistir aquela série? Que sensação boa hein! É DISSO QUE EU FALO.

Acredito sim, que devemos ser maiores, mas não a todo custo!
Somo mulheres empoderadas, mas (ainda) não temos super poderes ♥

Qual a sua opinião sobre o assunto?
Como se sente a respeito de tudo que compartilhei?


* Me acompanhe nas redes sociais *
Facebook  |  Instagram  |  Google+ |  Twitter  |
Pinterest  |  Bloglovin  |  Skoob  |  Tv Show Time  |  Filmow

Anúncios

Depois de um ano…

dicaetal

Eita post cheio de felicidade viu!
Chegamos ao fim de novembro e passamos literalmente, pelo primeiro ano de Dica e Tal!

Depois de um ano, senti a necessidade de vir expor tudo aquilo de bom que aconteceu.
Tiveram alguns momentos “não-tão-bons-assim”, mas foram tão pequenos e poucos, que tornara-se insignificantes!

Quando criei o blog, queria apenas um espaço onde pudesse compartilhar aquilo que gostava. Só queria ter um blog e nada mais. Talvez alguns acessos, claro… Mas não imaginaria ter tudo que tenho hoje!
Ganhei coisas materiais, ganhei acessos, ganhei seguidores e todos eles tornaram-se meus amigos! AMIGOS… Sem dúvida esse foi o melhor presente que o blog poderia ter me dado.

Ganhei amigos que levarei para sempre. Amigos que me ajudaram (e ajudam!) a vencer os medos e as dificuldades… Que participaram de projetos, fotografias e compartilharam muitas risadas comigo. Amizades que saíram da internet e foram para a vida real!
Recebi e-mails maravilhosos com elogios que jamais imaginei ler! Convites que aceitei com o maio prazer e hoje além de trabalhos profissionais, temos a liberdade de bater um papo descontraído no final de semana.
Tive oportunidades de trabalhos maravilhosos com empresas tão profissionais que me enchem de alegria só de lembrar!
E cada comentário… Ah, esses comentários sim fizeram e fazem toda a diferença. Saber que um filme que indiquei foi bacana ou até uma dica foi útil, não há preço nesse mundo que pague!

Não posso citar nomes, seria uma baita injustiça, mas cada um sabe o valor que tem pra mim e como cada um é especial.

Hoje, só uma palavra define minha vida: GRATIDÃO ♥

Nem se eu digitasse aqui, um milhão de vezes a palavra obrigada, seria o suficiente!

Me acompanhe nas redes sociais
|   Facebook   |   Instagram   |   Google+   | Skoob   |   Bloglovin   |   Twitter   |   Snap: iandarardg

Até onde vai a publicidade, no mundo dos blogs?

Ei pessoal, tudo bem?
O papo de hoje é um pouco mais sério, digamos assim…
Até onde vai a publicidade, no mundo dos blogs? Vem conferir o que eu acho a respeito disso tudo!

criatividade-propaganda(via)

Acredito que a maioria das pessoas que passam o tempo aqui na internet e nos blogs, devem ter visto toda a confusão e opiniões distintas que vêm rolando sobre a publicidade da Carefree. Para entender mais sobre a campanha, veja aqui.
A marca “contratou” algumas blogueiras para divulgar toda a campanha e incentivar seus leitores a participar junto com elas do desafio proposto. E bom, como vocês sabem, sou publicitária então né.. Eu tinha que vir aqui dar meus pitacos a respeito disso tudo!

Antes de mais nada quero deixar bem claro que eu sou a favor de publicidade nos blogs! Sou a favor da blogueira ganhar pelo seu trabalho, e você vai entender melhor o que quero dizer, no decorrer do post.

Não quero falar apenas do caso dessa publicidade em si, mas vamos agregar isso para todas as publicidades que vemos está bem? Quando você passa a acompanhar um blog ou um canal no youtube, você começa a confiar na pessoa que está por “trás das câmeras”, e a mesma coisa acontece com a blogueira sabia? Quem escreve também confia nas pessoas que vão ler, ou seja: nós aqui desse lado da tela confiamos e precisamos de vocês, leitores.
Não existe blogueira famosa, sem público! E a blogueira que faz tudo isso por amor, quer o melhor pra quem confia nela, então eu acredito quando alguma delas diz que tal produto é ruim ou bom!

Vemos muitas blogueiras ricas e famosas e estilosas e que viajam o mundo, e pode até bater uma dúvida do tipo: “Hmm, será que ela não está fazendo só pelo dinheiro e fama?“. Bom, a intenção real, nunca saberemos mas vamos concordar em um ponto: ela sempre foi sincera, será que ela “se queimaria” por causa de uma campanha só?

Quando uma blogueira ou artista fecha um contrato com tal marca, ele sabe do que está falando! Ok que já vimos alguns exemplos contras, porém será mesmo que compensa destruir anos de trabalho por causa de uma propaganda ruim? E acredite em mim, isso pode destruir seu trabalho!

Eu não estou defendendo lado nenhum, que fique bem claro! E muito menos falando diretamente sobre a campanha da Carefree. Mas o que eu aprendi é que existem públicos diferentes! Se um produto não é bom pra você, ou você não acha ele bom, é muito simples o lance: deixa pra lá! Vi muitas meninas xingando as blogueiras no instagram e vamos combinar pessoal: educação cabe em qualquer lugar!

Poxa vida, elas devem confiar no trabalho que fazem e querem passar isso para os leitores. Quando eu não acho que tal publicidade tem a ver comigo, ou se eu acho que tá “um pouco demais“, eu simplesmente ignoro e vou ver outro vídeo. É bem simples!

Conseguiram entender meu ponto de vista? Independente da publicidade que está sendo feita, se você sempre confiou na opinião de quem está falando, dê mais um voto de confiança. Se por um acaso tu não curte de jeito maneira aquilo que está sendo “vendido” ou apresentado, é simples: ignora… O que não dá pra aguentar, é a falta de educação e a grosseria com que a situação é tratada. A propaganda sempre vai existir, isso é um fato. Cabe a cada um julgar o que é bom ou não pra si mesmo. 😉

Me acompanhe nas redes sociais
|   Facebook   |   Instagram   |   Google+   | Skoob   |   Bloglovin   |   Twitter   |